Contemporânea (uma quase revista)


Contemporânea #7 - Outubro/2017




ARTE E SOCIEDADE
Fernando Botero, caricaturista ou um artista com olhar volumétrico?
Michele Bete Petry

O sonho de Cassandra: uma tragédia de Woody Allen
Jason de Lima e Silva

A vingança dos apaches – Bastardos Inglórios, de Quentin Tarantino
Alexandre Fernandez Vaz

POLÍTICA E SOCIEDADE
O pensamento de Angela Davis: apontamentos iniciais
Jaqueline Conceição da Silva

Corpos Transgêneros no Esporte: algumas questões
Wagner Xavier de Camargo

CULTURA DO ESPORTE
Rio de Janeiro, 2016. Mais do que nunca, “cidade maravilha purgatório da beleza e do caos”
Danielle Torri

Rio 2016: Uma (outra) experiência Olímpica
Michelle Carreirão Gonçalves

------------------------------------------------------------------------------

CONTEMPORÂNEA - número 05 -setembro de 2016



Liberdade, como eu a penso – sobre A ideia do socialismo, de Axel Honneth
Detlev Clausen                                                      

Sobre fazer compras em turco
Natan Schmitz Kremer                                          

A emoção dos shows de talento infantis
Franciele Bete Petry           

De magia, dança e fé. Sobre Mesut Özil Marcus Aurelio Taborda de Oliveira                            

Da covardia como norma (Sobre El Club, de Pablo Larraín)
Alexandre Fernandez Vaz                                      



-------------------------------------------------------------------------

CONTEMPORÂNEA - número 04 -março de 2016



HABITAR A CIDADE

Eisbären Berlin: Hóquei e Memória
 Michelle Carreirão Gonçalves                                   

Aforismos Soltos: Memórias e Walter Benjamin
Laís Elena Vieira                                                             

La vie à Strasbourg
Beatriz Staimbach Albino                                                        


POLÍTICA CONTEMPORÂNEA

Judith Butler e o (uso do) antisemitismo kitsch
Eduardo Galak                                                                              

Un lenguaje (a)político a la Presidencia
Emiliano Gambarotta                                                               

CORPO E CULTURA

A pequena próstata e seus grandes desafios: sobre o Toque
Hugo R. Lovisolo                                                                         

Sobre a experiência do comer no contemporâneo
Thiago Perez Jorge                                                                 

Esporte, Pessoa com Deficiência, Dramas: receita de sucesso!
Wagner Xavier de Camargo                                               

ARTE E SOCIEDADE

Quando o Flamenco se calou: Paco de Lucía
Alexandre Fernandez Vaz     


-----------------------------------------------------------------------------
CONTEMPORÂNEA - número 03 - janeiro de 2013





ARTE E CRÍTICA

Um domingo no estádio
Michelle Carreirão Gonçalves                                       

Berlim em dois atos: Walter Benjamin, Wim Wenders
Alexandre Fernandez Vaz                                           

Em tempos de Guerra Fria: Argo, de operação secreta a filme
Wagner Xavier de Camargo                                         

Há 100 anos, hoje: Michelangelo Antonioni
Alexandre Fernandez Vaz                                                        


CULTURA DO FUTEBOL

Nos armários da sexualidade: polêmicas no futebol alemão
Wagner Xavier de Camargo                                                 


POLÍTICA E SOCIEDADE

Eric Hobsbawm (1917-2012)
Alexandre Fernandez Vaz                                                    

Nelson Prudêncio (1944-2012)
Alexandre Fernandez Vaz                                                    

O preço da autocrítica: Judith Butler e o judaísmo crítico a Israel
Filipe Campello                                                                         

Contra o Prêmio Adorno para Judith Butler
Detlev Claussen                                                                        

-------------------------------------------------------------------------

CONTEMPORÂNEA - número 02 - agosto de 2012


Arte e Crítica
CHEYENNE – THIS MUST BE THE PLACE
Michelle Carreirão Gonçalves            

Cultura do Futebol
FUTEBOL EM SUA FACETA "GENI"
Mozart Maragno

RESENHA: BENINI, Paulo André Cren. O Jogo da Minha Vida: história e reflexões de um atleta. São Paulo: Leya, 2012
Carlus Augustus Jourand Correia

Política e Sociedade
OLIMPÍADAS
Alexandre Fernandez Vaz

POLÍTICA ESPORTIVA, MEDALHAS E UMA GEOPOLÍTICA À BRASILEIRA
Wagner Xavier de Camargo

LONDRES 2012: UMA EXPERIÊNCIA OLÍMPICA
Michelle Carreirão Gonçalves            

Educação
EDUCAÇÃO INFANTIL: CARÁTER PÚBLICO E FORMAÇÃO ILUMINISTA
Alexandre Fernandez Vaz






CONTEMPORÂNEA - número 01 - julho de 2012


Cultura do Futebol

EURO 2012: FUTEBOL E NACIONALISMO NA ALEMANHA  
Michelle Carreirão Gonçalves            

JOGADO COM A CABEÇA
Detlev Claussen

O CLUBE DE OSKAR
Detlev Claussen

DIFAMAÇÃO
Detlev Claussen

Educação

PARA UMA EDUCAÇÃO ANTROPOLÓGICA
Wagner Xavier de Camargo

¿CÓMO ESCRIBIR UN TRABAJO ACADÉMICO BREVE?
ALGUNAS INDICACIONES PARA LA COMPOSICIÓN DE MONOGRAFÍAS Y TRABAJOS DE SEMINARIOS.

Edgardo Castro

Arte e Crítica


DOS AMORES, DE ROMA: WOODY ALLEN
Alexandre Fernandez Vaz

EM NOME DO PAI: TETRO, DE COPPOLA
Alexandre Fernandez Vaz

Política e Sociedade

MULHER, ESPORTISTA E PALESTINA: UMA QUESTÃO DE ESTADO!
Wagner Xavier de Camargo

5 comentários:

Leani disse...

Parabéns pela edição. Muito apropriado o artigo do Wagner sobre a atleta palestina nas olimpíadas. abs.

Anônimo disse...

Importantes reflexões sobre esportes, sociedade e política. Gostei de muitos textos. Acho uma boa iniciativa, parabéns. Em particular, considerei instigante e ousado o texto sobre a corredora palestina, muito bons apontamentos. Mateo

Anônimo disse...

Car@s,
Não tenho e-mails google, mas vou tecer meus comentários assim mesmo. Foi-me sugerido tal blog por uma amiga e realmente gostei dos textos que li. São sóbrios, pontuais e inspiradores. Fizeram-me pensar em minha paixão por cinema e por arte (os que se exprimem sobre recentes filmes), reviver meus dias de estrangeira, quando morava com meu marido na Alemanha/Áustria, e mesmo reviver meu feminismo (já desacreditado), ao ler sobre tão corajosa pulsão de vida da atleta Swualha, da Palestina. Advirto o autor desse último texto, no entanto, que mesmo não sendo fã incondicional de esportes, percebi haver nos jogos outras atletas usando o hijab (véu islâmico mencionado no texto) ao competir: havia atletas sauditas, iranianas e de outras nacionalidades. Além disso, considero importante @s membr@s do grupo pensarem em redigir mais textos sobre educação, pois é daí que o blog se origina, não? Agradeço o espaço, Maria Clara

Wagner/DICH.2008 disse...

Olá leitoras/es:
Agradeço as menções ao texto "Mulher, esportista e palestina: uma questão de Estado!", assinado por mim. No tocante ao comentário de Maria Clara, ressalto que Woroud Swalha não foi realmente a única a manter-se às tradições muçulmanas do uso do véu nos Jogos Olímpicos de Londres-12. A polêmica maior centrou-se na judoca Wodjan Ali Abdulrahim Shaherkani, da Arábia Saudita, que ameaçou não competir no judô, caso fosse impedida de vestir o hijab. Ela acabou participando e mesmo tendo sido eliminada por ippon, fez história pela persistência no posicionamento político junto à modalidade. Achei interessante comentar, entretanto, o caso de Swalha por me parecer paradigmático de três questões contemporâneas que ela encampa, quais sejam, a condição feminina no esporte-competição, o respeito à diversidade cultural/religiosa e a premente problemática da (in)existência do Estado Palestino. Enfim, obrigado mais uma vez pela possibilidade de (re)análise. Abraços cordiais, Wagner

Julia Siqueira da Rocha disse...

Bom dia! Recebi o acesso ao Blog no domingo, registro que foi uma delícia ler os artigos. Revisitei minha adorada Strasbourg, concordei que sem diálogo não há como promover uma sociedade nova...o silenciamento é vizinho(e ele mesmo) violência. Me emocionei com a lembrança das vezes em que assisti espetáculos de dança Flamenca a maioria em Buenos Aires, Paco vive! Ainda resta outras prazerosas leituras a fazer, que bom! Obrigada!
Julia Siqueira da Rocha